terça-feira, janeiro 31, 2006

Estrelícias pássaros com raízes


Mais uma flor do nosso jardim, popularmente é conhecida como "ave-do-paraíso", apesar de receber também outros nomes, dependendo da região, mas seu nome botânico é Strelitzia reginae. Segundo se sabe, o nome foi escolhido em homenagem à rainha Charlotte Sophia, duquesa de Mecklenburg Strelitz e esposa do rei George III, da Inglaterra.

Esterlícia - Strelitzia reginae


Nos jardins, as estrelícias faz muito sucesso, formando vistosos maciços sobre os relvados, mas é na composição de arranjos e decorações florais que ela mostra a sua maior glória: as suas flores, belas e exóticas, apresentam uma durabilidade, um colorido e uma versatilidade impar no mundo vegetal.

Parente próxima da helicônia e da bananeira, a estrelícia apresenta uma folhagem exuberante, de coloração verde-escuro, que contrasta com as nervuras centrais das folhas, de tom avermelhado. Já as flores, um verdadeiro trabalho artístico da natureza, são protegidas por uma bráctea, em forma de barca, com colorações que variam do vermelho ao azul-violeta. As seis pétalas das flores formam dois grupos de três: as externas são ligeiramente lanceoladas e de cor alaranjada e, as três mais internas possuem o formato de uma flecha e apresentam tons de azul-metálico.

Pormenor Esterlícia - Strelitzia reginae


O resultado é um efeito exótico, elegante e extremamente belo, que tem o seu objectivo: a natureza cria estas composições de formas e cores, num esforço para atrair agentes polinizadores, em busca do néctar da estrelícia.

O género Strelitzia pertence à família das Musáceas e compreende inúmeras espécies, todas originárias da África do Sul e introduzidas na Europa em 1770, de onde se disseminaram por todo o mundo. A espécie mais cultivada é a Strelitzia reginae, popularmente conhecida como estrelícia, rainha-do-paraíso, bico-de-tucano, flor-do-paraíso, flor-da-rainha, ave-do-paraíso ou bananeirinha-do-jardim. Existem também outras espécies, como a Strelitzia alba, de flores brancas e a Strelitzia caudata, de coloração azulada.

De um modo geral, as estrelícias são de fácil cultivo e requerem poucos cuidados, sendo de grande utilidade para a composição de arranjos florais e decoração de ambientes, pois dificilmente são atacadas por problemas que possam danificar suas pétalas e folhas.

A Strelitzia reginae é uma planta herbácea perene que produz flores quase o ano inteiro, desde que cultivada sob sol luz solar plena. A sua propagação dá-se por meio de sementes ou divisão de touceiras. Cultive-a em solo argiloso: 2 partes de terra comum de jardim, 2 partes de terra vegetal e 1 parte de areia. A planta gosta de água mas não de solo encharcado. Em geral, pode-se regar duas vezes por semana. Em época seca, deve observar a superfície e regar sempre que esta se apresentar seca.

… talvez um dia, as raízes não as impeçam de voar!

19 Comments:

At fevereiro 01, 2006 1:01 da tarde, Blogger greentea said...

autenticos pássaros de fogo que nos levam em sonhos de por de sol.
também as tenho no meu jardim e a manutenção é praticamente nenhuma, fora alguma água e tirar uma ou outra folha seca de longe em longe

 
At fevereiro 01, 2006 1:49 da tarde, Blogger jardineira said...

gosto especialmente das receitas para mistura de terra! por não levarem turfa!!! *: ) Terra vegetal é composto?

 
At fevereiro 01, 2006 2:07 da tarde, Blogger Troilite said...

Cara jardineira,

a diferença entre composto orgânico e terra vegetal deve-se ao facto do composto orgânico ser uma mistura de materiais orgânicos, que servem para enriquecer o solo em determinados nutrientes. Chama-se composto orgânico à matéria orgânica (restos de alimentos, folhas secas, cinzas, etc.) já decomposta e bem curtida. Húmus de minhoca, farinha de osso e esterco curtido também podem entrar na formação de um composto orgânico. Já a terra vegetal - que encontramos à venda em pacotes - é formada por terra com restos de plantas decompostos, livre de pedras e outros resíduos.

 
At fevereiro 01, 2006 3:05 da tarde, Blogger sa.ra said...

gostei muito... vou voltar!
e linkar o teu jardim!
obg.

 
At fevereiro 01, 2006 4:49 da tarde, Blogger L. said...

Temos uma Esterlícia, vinda da Madeira, num vaso grande, já há uns anos. Nunca deu flores, mas tem imensas folhas.
Já esteve no chão, depois passou para o vaso, porque a geada, aqui para estes lados é de respeito.
Não faço ideia porque não dá flores!

 
At fevereiro 01, 2006 5:29 da tarde, Blogger Troilite said...

Caro(a) I.,

quando a planta atingir um determinado tamanho inicia-se a produção de inflorescências, que surgem nas axilas das folhas, em qualquer época do ano. O crescimento das inflorescências e o número de flores por inflorescência, podem ser afectados pelos factores climáticos.

A Strelitzia reginae é uma cultura especialmente de clima quente ou tropical, isto é, de clima situado entre os trópicos de Caranguejo e Capricórnio. Dá-se, também, favoravelmente nas regiões subtropicais, desde que a temperatura nocturna permaneça acima dos 12º C. É tolerante a geada e ao frio. Exige plena insolação, pelo menos durante 5 horas do dia. Desta forma talvez o seu enquadramento climático não satisfaça estas restrições!

Quanto ao seu solo certifique-se que está bem estruturado e com boa capacidade de suprir a planta de água, porém não sujeito a encharcamento.

Uma touceira adulta pode produzir até 20 inflorescências, por ano, sendo que a retenção delas, para a produção de sementes, reduz o número de inflorescências produzidas. Assim o facto da sua planta estar num vaso condicionará certamente o número de inflorescências que obterá.

 
At fevereiro 05, 2006 9:26 da manhã, Blogger L. said...

Obrigada pelos esclarecimentos. Estou em crer que será a composição da terra , pese embora o clima que aqui(Beira Alta) é tudo menos tropical. Tem muito sol e luz, pois está virada a nascente, e abrigada ao mesmo tempo.

 
At fevereiro 06, 2006 1:47 da tarde, Blogger Ver said...

E ainda outra strelitzia
http://cheirar.blogspot.com/2005/06/strelitzia-nicolai-chamam-lhe-ave-do.html
rosa

 
At abril 18, 2006 8:42 da tarde, Blogger João said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

 
At abril 18, 2006 9:01 da tarde, Blogger João said...

Tenho uma planta com aspecto saudável que dá muitas flores e lindas, porém passados alguns dias começam com uma resina transparente, depois "caruncho" e em poucos dias perdem toda a graça. O que será? Algum tratamento? Muito Obrigado,
João

 
At agosto 20, 2006 12:41 da manhã, Anonymous Tatyana said...

Há 10 dias plantei em minha jardineira 03 mudas de estrelícia e 04 de moréias. Percebo que as plantas continuam sem vida. As folhas das estrelícias nunca ficam totalmente abertas e algumas estão com aparência queimada. As moréias estão repleta de pontinhos cor de ferrugem e algumas folhagens secaram. O local só pega sol das 8-10 da manhã e tenho regado apenas 02 vezes por semana. Moro na costa e aqui venta muito.
Aguardo resposta.
Meuas agradecimentos.

 
At setembro 05, 2006 11:57 da manhã, Blogger Fatima Vinagre said...

Parabéns! As tuas informações sobre a Strelitzia foram-me bastante úteis. É pena não actualizares mais regularmente o teu blog.

 
At dezembro 18, 2006 10:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Bom dia! Trouxeram-me estrelícias da Madeira e tenho um bocado de receio de as plantar porque sou um pouco inexperiente na jardinagem. Além disso, dizem que as estrelícias não se dão bem no continente, é verdade??

 
At outubro 07, 2007 8:28 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Resposta a: Bom dia! Trouxeram-me estrelícias da Madeira e tenho um bocado de receio de as plantar porque sou um pouco inexperiente na jardinagem. Além disso, dizem que as estrelícias não se dão bem no continente, é verdade??


Não. As estrelícias dão-se bem no continente, conheço várias pessoas com estrelícias no continente e estão lindíssimas.

 
At outubro 29, 2007 4:32 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Eu tenho estrelícias no meu jardim mas, apesar de terem as folhas verdes, não consigo que deem flor. Estão numa zona do jardim virado para poente e, portanto, apanham sol directo toda a tarde. Será que necessito adubar com algum composto especial? Agradeço aos entendidos na matéria que me deem umas luzes. Só tenho jardim há um ano e ainda estou a aprender como se tratam as plantinhas, relva, etc.

 
At novembro 03, 2007 7:55 da manhã, Anonymous Sonic said...

Olá sou inesperiente nesta coisa da jardinagem mas adoro estrelicias tenho 3 no meu jardim gostava de saber se podemos apanhar as flores que dão? Também como posso fazê-lo sem estraga-las. E o que posso fazer para ajudar a crescer tenho-as há 2 anos e não cresceram muito. Se alguem me puder responder agradeço.

 
At fevereiro 09, 2009 4:38 da tarde, Blogger josias said...

olá amo plantas e estudo o maximo que posso para cuidar do meu jardim e melhora-lo me apaixonei pela Strelitzia reginae quando a vi mas ainda nao tive oportunidade de as ter em meu jardim se alguem puder me presentear com uma muda ou bulbo pode entrar em contato pelo email pproffetta@hotmail.com para eu passar o endereço obrigado!!!

 
At setembro 01, 2009 10:05 da tarde, Blogger Jorge said...

Solicito uma informação:

- Devo cortar as flores murchas ou secas das minhas estrelícias?

 
At novembro 13, 2009 10:45 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Who knows where to download XRumer 5.0 Palladium?
Help, please. All recommend this program to effectively advertise on the Internet, this is the best program!

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home